Testosterona Archive

Dicas Alimentares Para Aumentar Testosterona

Para aumentar testosterona é necessário principalmente manter uma alimentação balanceada, a qual contenha tudo o que o organismo precisa para a reprodução do hormônio. Em primeiro lugar, sabia que o sobrepeso é uma das causas principais da baixa reprodução desta substância? É verdade, esta é uma das causas mais conhecidas.

Mas não se preocupe, a solução é muito simples. Por isso, hoje você conhecerá algumas dicas alimentares, as quais podem ser seguidas para que a virilidade se manifeste de maneira muito mais fácil nos homens, já que é decorrente da testosterona masculina. Com esta nova dieta apresentada a seguir, você poderá melhorar muitos aspectos de sua vida. Vamos mostrar como agora mesmo.

3 Dicas Alimentares Para Aumentar Testosterona Rapidamente

Precisa de um conselho para atestosteronaumentar testosterona imediatamente? Você não deve fazer nada além de mudar sua forma de se alimentar. É muito simples. Vamos mostrar o que pode ser feito sem precisar gastar muito dinheiro. Comece agora mesmo a se alimentar de maneira saudável.

Consuma Proteínas

O consumo de proteínas é muito importante, pois é assim que você poderá estimular a reprodução de glucagon, uma substância cuja função é controlar a reprodução de testosterona de maneira satisfatória. Além disso, as proteínas são benéficas para aumentar a massa muscular. Você deverá incluir em sua dieta: leite, amêndoas, atum, lentilha, ovo, entre outros. Cada um desses alimentos proporciona uma sensação de saciedade durante todo o dia.

Consuma Muito Zinco

O ideal é seguir dietas que contenham zinco, pois esta substância é uma fiel reprodutora de testosterona e está presente em grande quantidade nos seguintes alimentos: amendoim, feijão, nozes, abóbora, ostra, chocolate, cordeiro, entre outros.

Você Também Pode Comer O Seguinte

Você também pode adicionar outros alimentos às dicas mencionadas. Não é necessário consumi-los diariamente ou em grandes quantidades. Aqui estão alguns exemplos: batata, massas, queijo manchego e bananas. Todas são boas opções de acompanhamento para as proteínas, contanto que o consumo não seja excessivo.

Acrescente Uma Rotina De Exercícios A Sua Dieta

Como mencionamos anteriormente, um dos principais motivos da diminuição da testosterona é o sobrepeso. Por isso, não basta seguir corretamente uma dieta repleta de nutrientes; também é necessário praticar algum exercício que facilite o estímulo do hormônio.

Embora seja difícil de acreditar, viver estressado e preocupado não é bom. Geralmente, isso afeta muito a saúde e também faz com que os níveis de testosterona diminuam inacreditavelmente. Então, se você for uma pessoa que se estressa facilmente, recomendamos evitar o nervosismo, pois isso pode prejudicar sua saúde.

Os suplementos também são uma opção muito boa e popular. Normalmente, a maioria das pessoas prefere produtos totalmente naturais, para não submeter o corpo a nenhum tipo de consequência negativa. Dentre todos os existentes, recomendamos o Testomaster.

Para obter os resultados desejados, é necessário seguir cada uma destas dicas alimentares, além das recomendações indicadas. Inclua em sua rotina um bom descanso e o consumo de muita água. Assim, também será possível aumentar testosterona no organismo.

Para terminar, nós agradecemos sua confiança. Garantimos que, ao seguir o que acabou de ler, sua vida melhorará de maneira impressionante. Não espere que a falta de virilidade afete sua autoestima. Coloque nossas recomendações em prática e não perca mais tempo. Comece hoje mesmo e faça por você. Agradecemos mais uma vez a sua visita. Esperamos que você volte a nos visitar em breve. Até a próxima.

Rotina de exercícios para aumentar a massa muscular nas pernas

Todos os dias, posso ver como muitos homens treinam única e exclusivamente a região do peitoral e dos braços e esquecem-se totalmente de que devem desenvolver as extremidades inferiores. Esta rotina de exercícios para aumentar a massa muscular nas pernas ajudará você a treinar todo o corpo de maneira equilibrada.

As pernas também têm músculos que precisam ser urgentemente desenvolvidos, pois esta é a parte do corpo que permite o deslocamento. Contudo, é muito comum que os homens deixem a região de lado quando estão na academia. Por outro lado, as mulheres se esforçam para definir e formar os músculos das pernas e dos glúteos, com o objetivo de ficarem mais atraentes.

É necessário um equilíbrio em todos os treinos para ganhar massa muscular. Estas rotinas devem ser realizadas em conjunto com certos exercícios, os quais não requerem máquinas, mas sim o movimento sistemático do corpo a partir de determinado número de séries, com peso suficiente para permitir a ruptura dos músculos.

Uma incrível rotina de exercícios para ganhar massa muscular rapidamenteaumentar a massa muscular nas pernas

Os exercícios compostos geralmente oferecem muito mais resultados no que diz respeito ao aumento da massa muscular, principalmente na região das pernas. Faça estes exercícios dia sim, dia não, e você verá resultados surpreendentes.

  • Agachamentos: este exercício fortalece e desenvolve os músculos das pernas e da região dos glúteos. Você pode realizá-lo com as pernas um pouco separadas, paralelas aos ombros, e dobrar os joelhos ao agachar. Este exercício para ganhar massa muscular consiste em formar um ângulo reto e inclinar levemente o tronco para a frente. Faça 3 séries deste exercício para ganhar massa muscular, com 12 a 15 repetições cada.
  • Outra forma de fazer agachamento é segurar um cabo de vassoura, um tubo ou uma barra com uma das mãos e passar o objeto por trás da nuca. Em seguida, comece a baixar o corpo até ficar de cócoras. Mantenha as pernas levemente separadas, de modo que fiquem paralelas ao chão. Depois, comece a levantar lentamente. Faça 4 séries com 12 repetições. Lembre-se de manter a coluna reta.

Os agachamentos possuem muitas variantes. Este é um exercício muito completo, que ajuda os músculos das pernas e dos glúteos a crescerem de maneira constante, desde que você faça cerca de 20 a 30 agachamentos a cada 2 dias.

Como potencializar o crescimento dos músculos?

Existem muitas formas de potencializar o crescimento dos músculos mas, neste momento, recomendarei o consumo de complementos que ajudam a estimular o hormônio do crescimento e a testosterona no organismo. Existe um produto no mercado chamado Somatodrol, o qual contém L-arginina, L-ortinina e ZMA, que ajudam a regenerar os músculos rapidamente após treinos pesados.

O consumo deste tipo de produto potencializa os exercícios para ganhar massa muscular de maneira surpreendente. Com 8 horas diárias de sono, seus músculos poderão se recuperar e crescer e você perderá gordura para manter-se em forma.

Quanto um homem produz de testosterona? Conheça os níveis normais

Todo homem (ou mulher) alguma vez disse ou escutou que “os homens não são mais como antigamente”. E embora, na maioria das vezes, esta frase seja uma referência às qualidades românticas que caracterizaram os homens de outras épocas, como valentia, força e cavalheirismo, a realidade é que isto é preocupante e está intrinsicamente relacionado a uma pergunta que também nos fazemos com frequência: quanto um homem produz de testosterona?

O principal e mais responsável fator para diferenciar homens de mulheres são os hormônios, pois isso é o que determina e regula a formação de órgãos reprodutivos, as glândulas mamárias, a acumulação característica de gordura em cada sexo, o tom de voz, etc. E o curioso é que tanto a testosterona como o estrogênio influenciam não só o aspecto físico de cada um, mas também o comportamento. Não existe livro motivacional ou de autoajuda que consiga superar as consequências de níveis baixos de testosterona.

O problema associado a quanto um homem protestosterona em homensduz de testosterona

Um estudo publicado na revista Clinical Endocrinology and Metabolism se encarregou de analisar quanto um homem produz de testosterona. O texto também aborda o tema de como esses níveis têm diminuído há algumas décadas. A pesquisa demonstrou que os níveis médios de testosterona nos homens têm reduzido de forma significativa ultimamente; na verdade, informa que tal diminuição é superior a 20%. Enfim, parece que os homens realmente são menos homens atualmente.

Um dos resultados mais visíveis foi o aumento das glândulas mamárias nos homens. Embora seja verdade que todos os homens gostam de seios, o lugar preferido não é exatamente em seu próprio corpo. Normalmente, isso é consequência da gordura acumulada, mas pode chegar uma fase em que ocorre a produção de tecido mamário; assim, a cirurgia transforma-se na única opção.

Níveis baixos de testosterona não causam apenas um problema estético (o que já é suficientemente deprimente). Ao contrário, a questão traz graves transtornos de saúde, tanto físicos como psicológicos.

Quanto um homem produz de testosterona e qual a quantidade necessária?

Em média, o homem produz entre cinco e dez miligramas de testosterona por dia (isto corresponde a 20 vezes mais do que o produzido pelas mulheres). Cerca de 95% desta testosterona é produzida nos testículos; o restante vem das glândulas suprarrenais. O corpo é o responsável por produzir a testosterona a partir do colesterol. É por isso que as dietas que visam eliminar completamente o consumo de gordura, por fim, tornam-se a causa de um problema mais sério.

Nem toda a testosterona que circula no sangue é útil. A única que pode realmente ser aproveitada é a testosterona livre, a qual o corpo pode utilizar para evitar os problemas mencionados acima. Mas por quê? Bom, o restante da testosterona encontra-se unida a uma proteína, a Albumina, ou SHBG, por isso que realmente não está disponível. Contudo, existem maneiras de quebrar a ligação entre a testosterona e a proteína mencionada, de modo que seja possível obter mais testosterona livre.

A testosterona livre representa menos de 3% da testosterona total! Os níveis ideais de testosterona nos homens tornaram-se um assunto digno de debates mas, na maior parte das vezes, dependem da idade. Podemos falar que os níveis de testosterona total são normais quando se encontram entre 300 e 1000 ng/dL. Se o nível estiver abaixo desta margem, deve haver algum problema. Por outro lado, níveis entre 300 e 400 ng/dL podem ocasionar sintomas associados à testosterona baixa. O melhor é manter-se o mais perto possível de 1000 ng/dL.

Para saber quanto um homem produz de testosterona, é importante coletar várias amostras durante o dia. Isto porque a produção aumenta e diminui de acordo com o ritmo circadiano e com os estímulos recebidos pelo corpo. Por exemplo, pela manhã, os níveis de testosterona geralmente são elevados; esta é a origem da ereção matinal.

O que aconteceu?

A diminuição da testosterona nos últimos tempos (pouco tempo, certamente) tem sido aterrorizante. Assim, é importante refletir para saber se seu estilo de vida é saudável ou se você contribui diariamente para ser menos homem do que já é.

Assim, como a obesidade, a produção de testosterona não depende de um fator único. Trata-se de um processo muito complexo, no qual muitos elementos conspiram. Hoje, o número de homens que se perguntam se deveriam usar sutiã é cada vez maior. O imenso consumo de alimentos já processados e o estilo de vida sedentário são ingredientes que estão muito presentes na perda da virilidade vivenciada pelos homens.

Uma alternativa saudável

O mais importante é melhorar o estilo de vida e concentrar-se em ter uma vida realmente saudável. Incorporar alimentos saudáveis e praticar exercícios é essencial para melhorar a produção de testosterona. Contudo, também existem suplementos que permitem melhorar o quanto um homem produz de testosterona e otimizar a qualidade de vida. Recomendamos o Testomaster, um produto totalmente natural que não causa efeitos negativos no organismo. Se você tiver alguma dúvida ou pergunta, não hesite em deixar um comentário.